Ben Simmons é o nome da temporada no Philadelphia 76ers

Que a equipe do Philadelphia 76ers é a maior surpresa da atual temporada da NBA ninguém tem dúvidas. O time passou de uma campanha vexatória na temporada 2016-17 da maior liga de basquete do mundo com apenas 10 vitórias em 82 partidas para uma incrível classificação para os playoffs na atual temporada com uma arrancada incrível nas últimas partidas que dá a esperança do time terminar no terceiro lugar da Conferência Leste, acima principalmente do todo poderoso Cleveland Cavaliers. E esta mudança de fase do time tem nome e sobrenome: Ben Simmons.

Nascido em Melbourne no dia 20 de julho de 1996, Benjamin David Simmons precisou de apenas uma temporada no basquete universitário, onde defendeu os LSU Tigers da Universidade do Estado da Louisiana para chegar na NBA com o status de primeira escolha do draft, escolhido pelo Philadelphia 76ers para se tornar o segundo australiano a conseguir este feito depois do pivô Andrew Bogut.

Porém uma lesão considerada leve durante a summer league no pé de Ben Simmons acabou adiando e muito o sonho do “Fresh Prince” de estrear pela liga. O jogador teve que passar por uma cirurgia e quando estava próximo de retornar teve que novamente ser operado, o que o deixou de fora de todo o seu primeiro ano na NBA.

Totalmente recuperado Simmons já dava amostras do que poderia fazer logo em sua estreia, quando mesmo os 76ers perdendo para o Washington Wizards o ala terminou a partida com um duplo-duplo, com 18 pontos e 10 rebotes na partida.

Comparado com LeBron James desde o período em que jogava no High School, Ben Simmons tem se comparado ao King também em sua grande auto-estima, já que quando perguntado recentemente quem deveria ser eleito o melhor calouro do ano não pensou duas vezes para responder:

– “Eu mesmo, com 100% de certeza. Acho que tenho tido uma temporada sólida. Se olharem os números, vão entender. Pessoas que conhecem o jogo sabem”.

A fase do jovem é inquestionável, e nesta série atual onde o Philadelphia 76ers aparece com 14 vitórias consecutivas ele tem média de triplo-duplo por jogo: 14,7 pontos, 10,9 assistências e 10,1 rebotes de média por partida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *