Hack-a-player

Quem já acompanhou partidas decisivas no basquete, deve conhecer a clássica jogada chamada, “Hack-a-player”, a qual o time faz faltas intencionais em um jogador com baixo rendimento nos lances livres. Esta tática é muito utilizada quando faltam poucos segundos para o final do ultimo período e o adversário está a frente no placar, o clube começa a fazer faltas esperando que o rival erre e então arrisca em cestas de três dependendo da diferença na pontuação.

Parece que a tática está com os dias contados. O comissário da liga americana de basquete, Adam Silver, comunicou nesta sexta-feira (05), em entrevista ao jornal USA Today Sports, que pode haver uma mudança nas regras para evitar este tipo de jogada a partir da próxima temporada.

“Eu estou cada vez mais inclinado para que façamos algum tipo de mudança nas regras na próxima intertemporada. Mesmo sem querermos fazer essa mudança, estamos sendo forçados a essa posição por conta dos sofisticado entendimento dos técnicos de que podem usar qualquer tática disponível para eles. Essa não é, definitivamente, a maneira que queremos ver o jogo sendo jogado” disse o comissário.

Segundo matéria publicada no sportv.globo.com, o Hack-a-player começou a ser utilizado a partir da década de 90, devido a uma deficiência do estrela, Shaquille O’Neal o qual frequentemente errava em lances livres. No último ano o alvo da vez foi o pivô do Los Angeles Clippers, DeAndre Jordan, que tem um dos piores aproveitamentos da linha de lance livre da liga. Nos playoffs, quando os Clippers enfrentaram o Houston Rockets, o técnico Doc Rivers decidiu se vingar e passou a usar a mesma tática contra o pivô Dwight Howard.

De fato se os jogadores erram os lances livres a culpa é essencialmente deles, contudo os fãs do basquete não acham a estratégia interessante, sempre que é adotada em jogo a negação é evidente, logo os dirigentes da NBA precisam tomar alguma atitude a respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *