Los Angeles Lakers anuncia o retorno de Dwight Howard

Primeira escolha do draft de 2004, escolhido pelo Orlando Magic vindo diretamente do High School, Dwight Howard chegou a ser considerado durante muito tempo o melhor pivô da NBA e traz números de respeito em sua carreira. Mesmo assim, ainda aos 33 anos o jogador parece estar no final de sua carreira e tenta mostrar que todos estão errados ao assinar um contrato com o Los Angeles Lakers para jogar a próxima temporada.

Howard é atualmente o jogador da NBA em atividade com mais rebotes e mais tocos em toda a carreira, com 13.184 rebotes e 2.051 tocos. Ainda tem números respeitáveis com média de 1,74 pontos por partida, além de 12.6 rebotes e 2.0 tocos. Porém, mesmo essa média de duplo-duplo não garantiu um grande contrato para o jogador em sua 16ª temporada na NBA.

A carreira de Dwight Howard parecia bastante promissora quando após 8 anos ele deixou o Orlando Magic e assinou contrato com o Los Angeles Lakers que na época tinha grandes nomes incluindo Kobe Bryant.

Porém, este parece ter sido um movimento errado para o jogador, que desde então começou a passar de equipe em equipe sem sucesso: Houston Rockets, Atlanta Hawks, Charlotte Hornets e Washington Wizards, onde jogou apenas 9 jogos na temporada passada.

Para esta sua segunda passagem no Los Angeles Lakers o jogador não terá nenhum dinheiro garantido e dependerá de um contrato de produtividade: irá receber US$ 60 mil por dia em que estiver contratado pelos Lakers onde provavelmente será titular após a lesão de DeMarcus Cousins.

Acusado por muitos de fazer corpo mole durante os jogos e de ser uma pessoa de difícil trato no vestiário com o restante do elenco, Dwight Howard precisa mostrar que ainda é o mesmo jogador que em 15 temporadas acumulou oito eleições para o All Star Game e foi eleiro o melhor defensor da temporada em 3 oportunidades, em 2009, 2010 e 2011.

Nesta segunda passagem pelos Lakers não terá mais Kobe Bryant com quem se desentendeu publicamente mas terá como companheiro LeBron James, famoso por sua obsessão por vitórias e que tenta em sua segunda temporada levar o time mais famoso de Los Angeles pelo menos de volta aos playoffs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *