Austrália vence Estados Unidos pela primeira vez na história

O que parecia impossível acabou acontecendo na preparação para a Copa do Mundo de Basquete que será realizada na China no mês de setembro: a Seleção de Basquete dos Estados Unidos finalmente viu a sua série invicta terminar, perdendo a sua primeira partida contando com jogadores da NBA desde 2006. E a série de 78 vitórias consecutivas terminou da maneira mais inesperada possível: com derrota para a Austrália que nunca havia vencido os americanos em toda a sua história.

Antes deste confronto preparatório Estados Unidos e Austrália já haviam se enfrentado por 30 vezes, e o placar mostrava incríveis 30 a 0 para os norte-americanos. E ironicamente o time americano treinado por Gregg Popovich foi derrotado com um show de Patty Mills, que é treinado por Poppovich no San Antonio Spurs. Com 30 pontos Mills ajudou os australianos a vencerem os Estados Unidos por 98 a 94.

A última derrota da seleção dos Estados Unidos no basquete profissional contando com atletas da NBA foi em setembro de 2006 há quase 13 anos, na semifinal do Mundial que naquele ano foi disputado no Japão. Após a derrota para a Grécia os Estados Unidos iniciaram uma sequência de 78 vitórias, que deram para o time três medalhas de ouro olímpicas, em Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016 além de dois Mundiais, na Turquia em 2010 e na Espanha em 2014.

Para o treinador Gregg Popovich esta derrota era esperada, por conta do alto número de atletas que pediu dispensa e pelo elenco ainda estar se conhecendo:

– “Parte disso era esperada para um grupo novo que ainda está se conhecendo e se adaptando ao sistema. Então não é surpreendente. Mas os australianos nos deram uma grande lição de onde queremos estar e de como temos de jogar nesse tipo de competição”.

A seleção de basquete dos Estados Unidos está no Grupo E do Mundial da China junto com Turquia, República Tcheca e Japão, fazendo a sua estreia contra os tchecos no dia 1 de setembro. Já os australianos estão no Grupo H com Senegal, Canadá e Lituânia, estrando contra os canadenses também no dia 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *