Deandre Ayton é flagrado no exame antidoping

Contratado como uma das maiores esperanças de renovação de uma franquia que vem fazendo péssimas campanhas nos últimos anos, o pivô Deandre Ayton foi a primeira escolha do draft de 2018 e parece não ter sentido o peso desta responsabilidade dentro de quadra. Ayton em seu primeiro ano na liga teve médias de 16,3 pontos e 10,3 rebotes por jogo, tendo conseguido já em seu ano como calouro 39 duplos-duplos.

As médias que o colocam no mesmo patamar de nomes como Blake Griffin e Karl-Anthony Towns em suas temporadas como calouros fizeram com que Deandre Ayton chegasse próximo ao prêmio de Calouro do Ano, terminando em terceiro lugar na votação, e garantiu ao pivô que o Phoenix Suns exercesse a opção de prolongar o seu contrato para o terceiro ano.

Porém, todo este crescimento pode sofrer um baque já nos próximos dias, por conta de o jogador ter sido pego no exame antidoping com uma substância diurética em seu organismo. A NBA já divulgou a sua punição e Ayton irá perder 25 jogos no total, podendo voltar às quadras apenas após o dia 18 de dezembro.

A Associação de Atletas da NBA já se manifestou contra o caso e tenta reduzir ou anular a sentença já que tudo indica ser um caso de contaminação. Esta conclusão é possível baseando-se nos argumentos de que nenhuma outra substância proibida foi encontrada em seus exames. Isso pode indicar contaminação de algum tipo de suplemento ou ainda consumo acidental.

O jogador em entrevista recente também deixou claro que não teve a intenção de consumir a substância:

– “Quero pedir desculpas à minha família, à franquia dos Suns, companheiros, colegas e torcedores na comunidade. Esse foi um erro não intencional e infelizmente coloquei algo no meu corpo que não estava ciente. Entendo o impacto que isso tem nos outros e por isso eu estou profundamente arrependido. Eu estou extremamente desapontado que decepcionei meu time. Vou continuar a trabalhar com a associação e espero uma resolução positiva”.

Enquanto as novas decisões não saem dos tribunais Deandre Ayton continua suspenso, e o Phoenix Suns terá que contar com Aron Baynes e Frankk Kaminsky como opções para o garrafão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *