Kevin Durant revela que briga com Green abreviou sua passagem nos Warriors

O programa First Take da ESPN norte-americana é um local onde grandes revelações acabam acontecendo por jogadores da NBA. E desta vez não foi diferente, com Kevin Durant sendo sincero durante a atração e afirmando que a sua briga com Draymond Green em novembro do ano passado acabou abreviando a sua passagem pelo Golden State Warriors e facilitando com que ele não renovasse o seu contrato com a franquia da Califórnia, partindo para o Brooklyn Nets.

Na ocasião, outro período em que Stephen Curry estava lesionado e fora de ação, os Warriors empatavam uma partida contra o Los Angeles Clippers e tinham uma última posse de bola que lhes daria mais uma chance de vencer o jogo. Draymond Green pegou a bola, avançou sozinho e não passou para os astros Kevin Durant ou Klay Thompson, o que irritou aos jogadores e fez com que Durant e Green brigassem dentro da quadra e nos vestiários após a partida. Fontes dizem que Durant foi xingado e teve que ser contido para não agredir Green fisicamente.

Kevin Durant na ocasião foi flagrado dentro de quadra falando “é por isso que vou embora”, e quase um ano após o episódio revelou que este foi um dos fatos que pesou em sua decisão de deixar o Golden State Warriors e aceitar o desafio com os Nets:

– “Todos queriam vencer, mas ele tinha o jeito dele para lidar com as coisas. Eu respeitei isso e tinha o meu jeito. No fim, nós nos entendemos. Mas quando seu colega de time fala daquele jeito, você pensa um pouco. Como eu disse, nós conversamos. Mas não vou mentir, com certeza (influenciou na decisão de sair)”.

Também no programa da ESPN americana Kevin Durant deixou claro que não deve mesmo entrar em quadra e fazer a sua estreia pela franquia do Brooklyn nesta temporada, já que ainda passa por um tratamento de recuperação de sua lesão e só quer voltar às quadras quando estiver 100% recuperado.

Outra revelação do ala foi quanto ao seu quinteto favorito da NBA na atualidade, quando escolheu Kyrie Irving, LeBron James, James Harden, Joel Embiid e Damian Lillard, deixando de fora o seu ex-companheiro Stephen Curry.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *