NBA pode retomar os jogos em resort da Disney

Para os fãs de basquete a saudade aumenta a cada dia. Afinal, desde o dia 11 de março a bola laranja não sobe por conta da pandemia do novo Coronavírus. Os Estados Unidos rapidamente se tornaram o maior epicentro da Covid-19 em todo o mundo, com a doença inclusive atingindo alguns jogadores da liga antes da pausa forçada. Agora os executivos procuram uma forma de voltar aos jogos, e o resort da Disney na Flórida aparece como uma das principais opções para a retomada dos jogos.

Caso não seja possível a retomada com cada equipe em seu próprio ginásio, por conta da dificuldade de deslocamento das equipes pelo país em meio ao caos, a NBA já estuda algumas alternativas para que esse retorno possa ser realizado em sede única em local onde todas as influências externas possam ser controladas. E seguindo essa ideia alguns locais como Las Vegas ou Los Angeles acabam chamando a atenção, mas nenhum tem tanto a preferência quanto o complexo do Walt Disney World na Flórida.

A preferência do complexo da Disney para dar sequência à temporada 2019-2020 da NBA é facilmente explicável: o local conta com uma rede hoteleira imensa para conseguir proporcionar uma hospedagem confortável para todas equipes, não somente para seus plantéis, mas também para comissão técnica e dirigentes.

Além disso, o complexo do Walt Disney World permitiria um maior isolamento entre atletas e público, já que nesse primeiro momento os jogos retornariam sem a presença de torcedores. A propriedade é privada e isso conta muitos pontos a favor do local.

Vale lembrar que além da rede hoteleira bastante completa o complexo da Disney também conta com 3 quadras profissionais para a realização dos jogos restantes na temporada.

Ainda não há data definida para o retorno dos jogos dessa temporada da NBA, com a liga tendo a previsão de permitir o retorno aos treinos individuais de cada uma das equipes no próximo dia 8 de maio. Restam ainda jogos da temporada regular, assim como toda a fase dos playoffs.

O retorno da liga ainda depende do afrouxamento das regras de distanciamento social em cada um dos estados norte-americanos. O presidente Donald Trump é um dos maiores entusiastas da ideia de retorno da liga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *