NBA promete rever dados sobre altura de jogadores

Um dos maiores “mitos” da NBA em todos os tempos diz respeito ao tamanho real de seus jogadores, já que eles mesmos são os responsáveis por passar esta informação para a liga e nem sempre foram fieis com a realidade. Porém, uma mudança recente nas regras que já foi comunicada aos clubes promete mudar radicalmente os dados apresentados.

A maior preocupação da NBA na atualidade é enfatizar a integridade da informação que divulga, não somente no que diz respeito à altura de seus atletas, mas principalmente para evitar os “gatos”, como são conhecidos no Brasil os atletas que mentem idade e alteram suas datas de nascimento.

Um exemplo claro que levou a liga a enrijecer as regras foi o de Buddy Held do Sacramento Kings, que em seu aniversário em 2018 surpreendeu a todos afirmando que estava completando 26 anos e não 25 como apontavam os seus dados de inscrição.

Sendo assim, para evitar todos estes casos as franquias já foram notificadas de que terão a obrigação de certificar a idade e altura de cada jogador já na primeira semana de preparação da pré-temporada. As idades precisarão ser confirmadas com apresentação de carteiras de habilitação ou passaportes à direção da liga e a altura deverá ser confirmada pelo médico da equipe.

Esta mudança trará impactos claros para os dados que são apresentados até aqui, um pedido antigo de torcedores e principalmente parceiros comerciais da NBA.

Exagerar a altura é bastante comum durante a fase de basquete universitário dos atletas, já que todos querem parecer mais altos para olheiros das categorias superiores. E como muitas vezes estes dados são reaproveitados, nomes famosos na NBA que claramente possuem uma altura registrada exagerada perto da realidade devem perder consideráveis centímetros, como são os casos de Kemba Walker do Boston Celtics.

Na contramão deste caso temos Kevin Durant, que aparenta ter 2,13m mas se registrou na liga com apenas 2,06m para que treinadores não mudassem a sua posição.

Este é um “problema” que passa longe de ser recente e astros clássicos como o próprio Charles Barkley, membro do Hall da Fama do Basquete, sempre teve a sua altura de 1,98m divulgada bastante questionada por não parecer condizer com a realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *